BBC/ilustração

FLA FLU decide vaga na final da Guanabara; Timão pressionado na Liberta

O Internacional venceu o Universidad de Chile e se classificou para a segunda fase da pré-Libertadores.

O Internacional se garantiu na segunda fase da pré-Libertadores. O Colorado venceu o Universidad de Chile por dois a zero e passou para a próxima fase. Agora os gaúchos enfrentam o Tolima e se passarem pelos colombianos, garantem vaga na fase de grupos da Liberta.

Hoje é a vez do Corinthians. O Timão recebe o Guaraní do Paraguai, na Arena, às nove e meia da noite. Os paulistas precisam vencer por dois gols de diferença para se classificar de forma direta. Se conseguirem, também avançam para a segunda fase da pré-Libertadores e irão enfrentar o vencedor do confronto entre Cerro Largo e Palestino.

Na Sul-Americana, o Goiás perdeu para o Sol de América, no Paraguai, por um a zero. Agora os goianos precisam vencer a partida de volta, que será disputada no dia 25 no Serra Dourada, por dois gols de diferença para se classificar de forma direta. Nesta quarta-feira, o Bahia estreia na competição contra o Nacional do Paraguai, às nove e meia da noite na Fonte Nova.

Agora vamos aos estaduais. Pelas semifinais do Campeonato Carioca, teremos Fla-Flu. Flamengo e Fluminense se enfrentam às oito e meia da noite, no Maracanã. Quem vencer se classifica para a final do primeiro turno do torneio.

Agora vamos para a nossa querida Copa do Brasil, o torneio onde as zebras fazem a festa. E a regra é clara: os times melhores colocados no ranking da CBF, os considerados grandes, não podem perder fora de casa. O Vasco vai até o Piauí enfrentar o Altos, às nove e meia da noite. O Atlético Mineiro irá enfrentar o Campinense, em Campina Grande, às nove e meia da noite. O Ceará vai até o Pará enfrentar o Bragantino. O jogo será às três e meia da tarde. O Sport encara o Brusque, de Santa Catarina, às sete e quinze da noite. O Coritiba viajou cerca de quatro mil quilômetros para enfrentar o Manaus. O jogo será às dez e meia da noite na capital amazonense.

Paulo Henrique