Vendedora grita por socorro durante assalto a loja de eletrônicos

Mesmo com a vendedora gritando por socorro o criminoso ainda conseguiu roubar três aparelhos eletrônicos e sair correndo, mas acabou preso minutos depois. A comparsa fugiu. Possivelmente o grito da funcionária pode ter evitado um prejuízo ainda maior.

Acabou preso pela Policia Militar um homem de 22 anos que chegou juntamente com uma mulher, de 21 anos, para assaltar uma loja de eletrônicos que fica localizada na Avenida Nova York, no Bairro Cruzeiro Celeste, em João Monlevade (MG).

O crime foi registrado por volta das 19h desta quinta-feira (21/05).

A funcionária do estabelecimento disse aos Militares que a mulher entrou primeiro na loja. Como essa mulher já é conhecida como autora de furtos, a vendedora foi em sua direção e pediu para que ela se retirasse da loja. Neste momento o comparsa segurou a vítima com uma das mãos, e a outra colocou por baixo da blusa de frio simulando estar armado. A mulher então anunciou o assalto.

Nesse momento a vítima gritou pela funcionária da loja vizinha, pedindo por ajuda. O autor então soltou o braço da vendedora e colocou três caixas de som portáteis, modelo JBL, dentro de uma mochila. A dupla fugiu correndo pela Avenida Nova York, sentido à BR-381.

Uma testemunha que passava de moto pelo local seguiu a dupla e viu quando o autor entrou em um matagal, mas o perdeu de vista.

Durante rastreamento o autor foi localizado e preso pela equipe da viatura Tático Móvel, da Polícia Militar.

A autora foi identificada como sendo uma moradora do Bairro Promorar, mas ela ainda não foi localizada pela polícia.

Fonte: Bell Silva/O Popular