Foto: Pedro Chagas/Imprensa MG/SEGOV

Governo arrecada R$ 19 milhões em doações e 175 mil cestas básicas

Mais de 3,7 milhões de itens foram coletados. Estado também irá distribuir alimentos para os 853 municípios mineiros para enfrentamento à covid-19.
O Governo de Minas arrecadou, até o momento, cerca de R$ 19 milhões em doações para auxiliar o enfrentamento da pandemia do coronavírus no estado. São mais de 3,7 milhões de itens recolhidos, como álcool 70%, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), material hospitalar e produtos de higiene, que estão sendo destinados para a população mais vulnerável. Além disso, serão distribuídas 175.500 cestas básicas a famílias carentes nos 853 municípios mineiros.

“Estamos aqui hoje para agradecer as pessoas e empresas que doaram 3,7 milhões de itens neste momento tão difícil da pandemia. Essas doações têm sido fundamentais para ajudar aquelas famílias que precisam. Recebemos principalmente material hospitalar, de limpeza. Dentre as doações que o Estado recebeu constam 175 mil cestas básicas que serão distribuídas para todos os municípios de Minas”, afirmou o governador Romeu Zema, ressaltando a união de esforços de diversos órgãos estaduais na ação e a mobilização junto à sociedade civil e iniciativa privada.

O vice-governador Paulo Brant também destacou a solidariedade do povo mineiro e agradeceu as doações. “Nestas horas de tristeza e de dor surge com mais força a capacidade do ser humano em ser solidário, ter compaixão. A sociedade mineira tem dado mostras inequívocas de muita generosidade”, disse.

Apoio

As doações dos 3,7 milhões de itens foram recebidas por meio da força-tarefa criada pelo Governo de Minas, que é integrada pelo Gabinete Militar do Governador (GMG) / Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG), Serviço Social Autônomo (Servas) e Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Entre os itens arrecadados também estão equipamentos e materiais hospitalares, combustível, serviços em geral – como instalação e montagem de estruturas – e recursos financeiros. Foram atendidos cerca de 500 locais em 368 municípios de diversas regiões do estado.

O controle do material doado é feito por meio de sistema digital que registra desde a entrada dos itens até as suas condições, observando, por exemplo, o prazo de validade. Todo o material coletado é encaminhado para o depósito da Defesa Civil estadual, separado e, após o trabalho de logística, distribuído para os municípios, hospitais, povos e comunidades tradicionais que precisam do auxílio. As doações são levadas pelos caminhões da Cedec e de empresas privadas apoiadoras da iniciativa.
Cestas básicas

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), vai distribuir 175.500 cestas básicas a famílias em situação de vulnerabilidade nos 853 municípios mineiros. A ação será possível graças a uma parceria com o projeto “Fazer o bem faz bem”.

A distribuição das cestas será viabilizada por meio de parceria entre a Sedese, Defesa Civil e Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). Os alimentos serão recebidos em 19 batalhões e centros de distribuições da Defesa Civil em todo o estado, onde os municípios deverão fazer as retiradas.

Os donativos serão direcionados para diversos públicos, identificados pelo Cadastro Único de Assistência Social (Cadúnico) do governo federal e demais cadastros oficiais. São eles: pessoas na faixa de extrema pobreza, e que não tenham recebido o auxílio emergencial da União; pessoas idosas em situação de extrema pobreza; povos e comunidades tradicionais; catadores de material reciclável; jovens na faixa de pobreza que não foram atendidos pelo Bolsa Merenda, além de entidades que atendam população em situação de rua.

Alívio e dignidade

A secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, afirmou que as doações são de extrema importância. “Sabemos como a pandemia afetou a renda das famílias e aquelas que já tinham poucos recursos foram ainda mais impactadas. As doações, principalmente de alimentos, trazem alívio e dignidade para essas famílias que precisam de apoio para superar esse momento”, comentou.

Para divulgar e mobilizar os municípios, o governo com o apoio da Associação Mineira dos Municípios (AMM). “Estou aqui para agradecer ao Governo do Estado que está fazendo este movimento de capitanear estes recursos da iniciativa privada para repassar para nossos cidadãos que estão precisando. Os municípios vão ser parceiros nisso, cada um deles precisa fazer a sua adesão para receber esta ajuda que vai chegar para quem está mais precisando neste momento”, afirmou o presidente da AMM, Julvan Lacerda.

Portal MG

As doações são feitas pelo Portal MG (www.mg.gov.br), que recebe tanto materiais de prevenção ao contágio pelo coronavírus quanto arrecadações financeiras para compra de insumos e equipamentos hospitalares. Acessando o portal, o interessado em realizar a doação preenche um formulário com nome e e-mail para contato. Nesse momento, já é possível inserir informações como discriminação dos itens a serem doados, valor estimado e local de retirada (em caso de bens).

Caso esses dados não sejam informados no cadastro inicial, a área responsável pelas doações no Estado irá entrar em contato com o interessado e direcionar a doação dentro do Executivo estadual.

Para doação de recursos, será emitido um Documento de Arrecadação Estadual (DAE) pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) para pagamento.

As dúvidas devem ser enviadas para o e-mail [email protected]mg.gov.br.

Outras iniciativas

Além do empenho para distribuir itens necessários às comunidades mineiras, o Estado também lançou novos serviços para melhor atender o cidadão. Uma das iniciativas é o Saúde Digital MG, aplicativo que possibilita o atendimento médico a distância.

Outro projeto é o Medicamento em Casa, por meio do Farmácia de Minas, que entrega remédios em domicílio para pessoas grupos de risco da covid-19, por uma parceria entre Defesa Civil, SES e a empresa 99 Táxi.

Confira o passo a passo para que os municípios possam aderir e receber as doações em: http://social.mg.gov.br/cestascovid