Novo trevo do Itabiruçu é entregue aos itabiranos

Com o trevo do Itabiruçu concluído – principal acesso à Itabira – a Prefeitura garante trânsito eficiente e mais segurança para quem circula pelas rodovias MG-434 e MG-129.

Na manhã deste sábado (8), o prefeito Ronaldo Magalhães oficializou a conclusão de mais um grande investimento em mobilidade urbana. Dessa vez, o prefeito entregou as obras de construção do trevo do Itabiruçu e, depois de muita espera, a segurança viária se tornou realidade para os usuários.O trevo, que cruza as rodovias estaduais MG-434 e MG-129, ligando Itabira à BR-381, é responsabilidade do Governo de Minas Gerais e sempre foi conhecido pelo excesso de acidentes e infrações. Entretanto, com as obras inacabadas há pelo menos 10 anos e sem previsão de retorno, o Governo Municipal se comprometeu a buscar uma solução.

“Essa obra é fruto de um convênio com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG), que autorizou a Prefeitura a terminar, inclusive, os dois trevos: do Itabiruçu e do Distrito Industrial, acesso no bairro João XXIII”, explicou o secretário municipal de Obras, Transportes e Trânsito, Ronaldo Lott Pires. Ainda segundo ele, o Município investiu cerca de R$ 2 milhões para terminar a construção do trevo do Itabiruçu.

Para o prefeito Ronaldo Magalhães, esta é uma obra “histórica”. “Nunca tivemos um acesso digno, considerando, principalmente, a importância da nossa cidade no contexto regional. Além disso, era um trecho perigoso, onde vidas foram perdidas em inúmeros acidentes. Esse trevo é fundamental para a segurança de todos que circulam por estas rodovias”. O prefeito analisou também o projeto da obra. “Estamos entregando um trevo tecnicamente perfeito, dentro das normas, com sinalização eficiente e iluminação em LED”.

Outro ponto abordado foi o impulsionamento que o novo acesso oferece à diversificação econômica de Itabira. “Se a cidade quer crescer e se desenvolver precisa ter acessos de qualidade e com segurança para receber visitantes, turistas e investidores. Além dos trevos, estamos realizando diversas obras para melhorar a mobilidade e eficiência das vias”, ressaltou Ronaldo Magalhães.O que mudou

Antes do novo trevo o controle do tráfego era feito por meio de uma faixa de desaceleração para o motorista parar e aguardar a passagem dos veículos originados da BR-381 e do bairro Chapada em sentido ao Distrito Industrial e bairro João XXIII. Neste novo trevo, existe uma faixa livre para a entrada dos veículos em sentido bairro Conceição e região central de Itabira. O mesmo ocorre para os veículos em sentido Belo Horizonte saindo pelo Itabiruçu. “Com esta obra conseguimos eliminar os pontos de conflitos que traziam riscos eminentes para acidentes”, garantiu Estevam José de Oliveira, superintendente de Transporte e Trânsito de Itabira.

Trevo João XXIII

De acordo com o prefeito, o segundo trevo de Itabira – acesso ao Distrito Industrial e bairro João XXIII – também municipalizado por meio do convênio com o Estado, será finalizado em até 30 dias. Os trabalhos, conforme relatório da Secretaria de Obras, Transportes e Trânsito (SMOTT), estão em fase final: drenagem superficial, sinalização e aguardando aprovação do projeto de iluminação pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Neste trecho, a Prefeitura investiu cerca de R$ 3,5 milhões.