Ascom/PMI

Sexta (9) tem lives das rodas de Viola e Cultural

Festa conta ainda com acendimento do Fogo Simbólico da Pátria, monumento idealizado pelo prefeito Daniel Jardim de Grisolia em 1969 e revitalizado este ano.

Em comemoração aos 172 anos de Itabira, a Prefeitura promoverá uma edição especial das tradicionais lives das rodas de Viola e Cultural, com diversas atrações. Na sexta-feira (9), dia do aniversário de emancipação do município, a Roda Cultural será transmitida, ao vivo, do Museu de Itabira, às 20 horas. O evento terá a apresentação cultural do grupo Perecolândia e shows musicais com o as bandas Trio Jaé, Katumbi e Sambêz.

A cerimônia conta ainda com o acendimento do monumento ao Fogo Simbólico da Pátria, escultura idealizada pelo prefeito Daniel Jardim de Grisolia para receber o Fogo Simbólico da Pátria, em 16 de setembro de 1969. A obra foi revitalizada este ano para voltar às tradições da cidade e na comemoração ao aniversário de Itabira a aos 300 anos de Minas Gerais, com a chama simbólica que virá de Caeté. Três atletas itabiranos farão o revezamento da chama pelas ruas da cidade, a partir da praça do Areão, até a chegada do na pira do monumento na praça do Centenário.

No sábado (10), a Roda de Viola será transmitida direto do Museu do Tropeiro, em Ipoema, também às 20 horas. O público poderá curtir as manifestações culturais do distrito e os shows de Clever Paulo e Banda e da dupla Rondinele Viola e Glauciano.

As lives das rodas de Viola e Cultural serão transmitidas pelo canal no Youtube da Prefeitura de Itabira (bit.ly/prefeituradeitabira).

A Roda de Viola

Há 17 anos, o Museu do Tropeiro realiza um encontro de violeiros e manifestações culturais e artísticas, como meio de inclusão social. Habitualmente a festa acontecia nos sábados de lua cheia. No entanto, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Museu do Tropeiro não pôde promover o evento com a presença do público este ano.

Localizado na Estrada Real, o ecomuseu Museu do Tropeiro tem como proposta manter viva a cultura e os costumes da comunidade de Ipoema e seu entorno. Graças à importância do local, Itabira foi reconhecida pelo Governo de Minas como Capital Estadual do Tropeirismo.