Polícia Civil apreende armas e drogas; um suspeito foi preso

Ver Mais +

Polícia Civil apreende grande quantidade drogas, armas de fogo e diversas munições com um suspeito de ter participado do homicídio de Marcial Marcilay De Assis.

Os investigadores da Polícia Civil sob o comando da Delegada Izabella Menegassi Santana, da 4ª Delegacia de Polícia de João Monlevade/MG, nesta segunda-feira (26/10), prenderam em flagrante um homem acusado de tráfico de drogas, posse de arma de fogo e diversas munições. O suspeito ainda é investigado por ter participado do homicídio em que vitimou a pessoa de Marcial Marcilay De Assis.

Durante as investigações do homicídio, a Polícia Civil pode contar com a colaboração da comunidade que fizeram diversas denúncias anônimas dando conta que o suspeito hora detido era pessoas perigosa e envolvida com a traficância e sempre estava portando arma de fogo em um Lava Jato da cidade. A denúncia dava conta ainda, que o traficante guardava as drogas e armas em um endereço no Bairro Mangabeiras, em João Monlevade, e que uma das armas possivelmente foi utilizada no homicídio investigado.

Os investigadores foram até o referido Lava Jato, onde depararam com um indivíduo com as mesmas características de um dos autores do homicídio citado, e ao realizar busca pessoal, encontraram um molho de chaves no bolso da bermuda do abordado. Ao ser questionado de onde seriam as chaves, ele caiu em divergência nas informações ao dizer para a polícia que as chaves seriam de sua casa na cidade de Sabará (MG) e em outro momento apresentou nova versão dizendo que as chaves seriam da casa de sua namorada moradora desta cidade.

O suspeito também não apresentou documento de identificação, fato que ainda mais chamou a atenção da polícia, visto que no momento da abordagem se apresentou como apelido de “Carrapato”. Ainda a fim de verificar a procedência das informações anônimas os policias foram até o endereço do Bairro Mangabeiras, local de onde são as chaves encontradas com suspeito, e neste local foram encontradas as drogas, arma de fogo e diversas munições.

Diante aos fatos o homem foi preso em flagrante delito, onde ficou a disposição da justiça.

Quanto ao desdobramento do crime de homicídio, a Policial Civil continua as investigações para responsabilizar os demais autores e materiais usados no crime, uma vez que a roupa de um dos autores foi localizada no local.

Fonte: Bell Silva/O Popular

 

Homem é morto dentro de carro

Preso suspeito de homicídio no Belmonte