Metabase/divulgação (arquivo)

Metabase x Vale: Empresa aumenta proposta salarial

Metabase/divulgação (arquivo)

Dando continuidade às negociações do acordo coletivo do trabalho com a empresa Vale, a diretoria do Metabase Itabira, por videoconferência, discutiu com representantes da empresa as cláusulas financeiras do acordo na terceira reunião de negociação realizada na manhã desta segunda (09).

“Cláusulas financeiras são aquelas que abordam reajustes nos salários, no cartão alimentação e tudo aquilo que reverte em benefício financeiro para o trabalhador”, afirmou André Viana, presidente do sindicato Metabase Itabira. Inicialmente a empresa tinha oferecido 2,72% de reajuste salarial para a categoria e manutenção das cláusulas sociais, tais como plano de saúde e reembolso educacional.

“A resistência do Metabase fez com que a empresa retornasse à mesa de negociação, principalmente para discutir os reajustes nos salários e no cartão alimentação. O sindicato segue a sua linha de lutar por um reajuste salarial digno nas cláusulas econômicas.” disse André.

Esta resistência deu resultado: a empresa ofereceu um reajuste salarial de 4,5% inclusive nas cláusulas econômicas (despesas com tratamento de saúde, auxílio funeral, armação de óculos, etc.); reajuste no cartão alimentação, de R$760 para R$790 (média em 4%); 13° crédito extra integral, já reajustado no cartão alimentação e manutenção de todas as cláusulas já existentes.

O sindicalista vê com cautela a proposta: “Reconheço que o cartão alimentação é um importante benefício para os trabalhadores, afinal, é um dos maiores em comparação a outras empresas do porte da Vale no Brasil. O reajuste em cerca de 4% não é o que queremos, mas é um avanço que não podemos desconsiderar. O reajuste que apresentamos é 6%, a empresa propôs 4,5%, ou seja, menor 1,5% que o esperado. Se levarmos em conta outras categorias (petroleiros, bancários) ou empresas (Samarco, Acelor Mittal) que deram de 0% a 3%, o reajuste é um avanço e começa a satisfazer os anseios da categoria. A diretoria já está se reunindo e estamos “esmiuçando” a proposta. Vamos ouvir a nossa base (trabalhadores) por meios digitais e daremos prosseguimento das discussões”, concluiu o sindicalista.