Ascom/PMI

Prefeito e vice conferem danos que a chuva provocou na cidade

Marco Antônio Lage esteve acompanhado do vice Marco Antônio Gomes e do secretário de Obras, José Maciel Paiva.

Ascom/PMI

O prefeito Marco Antônio Lage (PSB) visitou o bairro Pedreira do Instituto na manhã deste sábado, 2 de janeiro, para conferir estragos provocados pelas chuvas que caíram sobre Itabira nos últimos dias. Ao lado do vice Marco Antônio Gomes e do secretário de Obras, José Maciel Paiva, o chefe do Executivo esteve em uma residência na rua Pássaro Verde, onde houve um deslizamento de terra. Também compareceu à visita o ex-prefeito João Izael Querino Coelho, que foi quem informou sobre a situação da família em risco.A casa está localizada em um terreno entre as ruas Pássaro Verde e Gaivota. O barranco onde a terra deslizou fica nos fundos do imóvel, bem ao lado da cozinha da família. Segundo os moradores, a força da água que vem da rua empurrou a terra para baixo. Um muro de contenção foi construído pelo proprietário da residência, que também providenciou uma lona para impedir que o barranco fosse mais encharcado pelas chuvas.De acordo com os proprietários, o deslizamento aconteceu na madrugada do dia 23 para o dia 24 de dezembro. A preocupação é com a piora do cenário em caso de mais pancadas de chuvas como a que foi registrada em Itabira na noite dessa sexta-feira (1), quando mais danos foram registrados em outros pontos da cidade.

Por causa dessa urgência, uma equipe da Secretaria de Obras será enviada ao bairro Pedreira na segunda-feira (4), segundo informou o secretário José Maciel. De acordo com ele, serão feitos os reparos imediatos para evitar o agravamento dos riscos, inclusive com a participação da Defesa Civil do município. A ação mais a longo prazo, no entanto, será um mapeamento completo dos pontos críticos não só do Pedreira, mas da cidade de uma maneira geral.O prefeito Marco Antônio determinou uma resposta rápida para resolver a situação. Por isso mesmo, fez questão de estar no bairro já no primeiro dia após a posse. “Há um claro problema de manutenção na rua de cima, que é a rua Gaivota. Um problema de contenção da água, e toda enxurrada vem parar nas casas que estão no nível de baixo. Uma situação de alto risco, mas vamos tomar as providências necessárias e definitivas”, declarou o prefeito.

Ainda na rua Gaivota, Marco Antônio também conferiu a situação de outra residência, onde parte da via se desfez e ameaça cair sobre o imóvel. Neste ponto também será feito um trabalho emergencial a partir da próxima semana, inclusive com o encurtamento da rua para evitar que o impacto dos veículos prejudique ainda mais o cenário.

Veja também

Marco Antônio firma compromissos de moralidade e serviços de qualidade