Fotos: Divulgação

Motoristas devem observar os acessos na BR381

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) pede aos motoristas em tráfego pela BR-381/MG para que observem a nova configuração de acessos e saídas dos bairros e aglomerados urbanos após a conclusão e liberação de trechos duplicados. Com a construção de viadutos e passagens inferiores/superiores, o tráfego local de veículos por alças e vias laterais ganha novos segmentos.

O segundo semestre de 2020 marcou uma série de liberações de segmentos duplicados, incluindo os 37 quilômetros de pistas e obras de arte especiais (OAEs) pertencentes ao lote 7 (percorre os municípios mineiros de Itabira, Nova União e Caeté). O novo traçado da BR-381 modificou a forma de acessar os aglomerados urbanos próximos da rodovia federal. E não somente eles, mas toda a distribuição de estabelecimentos comerciais, indústrias, postos de combustíveis e toda a diversidade de locais que crescem ao longo das pistas.  Essa modificação trazida pela duplicação se refere, principalmente, a forma de acesso e saída de locais, onde antes havia apenas um trevo ou rótula sobre a pista, hoje o acesso é feito por um viaduto e alças laterais. Exemplos dessa transformação podem ser vistos na passagem inferior (PI) de acesso a Itabira, no km 398,3. O DNIT liberou, em agosto passado, a totalidade de tráfego sobre esta OAE, alterando o acesso à cidade a todos os empreendimentos comerciais no entorno.

Outro exemplo das transformações trazidas pela duplicação da BR-381 está em Roças Novas, no km 419,4, município de Caeté. Com a liberação da Passagem Superior (PS) construída nesse trecho, também no final de agosto passado, toda a configuração de acesso a Taquaraçu de Minas foi alterada. Agora, para se chegar ao município mineiro há disponível aos motoristas alças laterais e vias lindeiras para tráfego, sem contato com o trânsito de longo curso das pistas duplicadas. Assim, o DNIT garante segurança e conforto para a circulação do tráfego local de veículos.

Agora, com as obras de expansão rodoviária focando o lote 3.1, os motoristas precisam ter atenção aos acessos dos bairros e municípios nesses trechos. Para que haja segurança de todos os usuários e dos profissionais envolvidos nas frentes de trabalhos, é necessário que se siga a sinalização provisória de obras. O lote 3.1 se estende entre o km 288,40 ao km 317,00, no trecho entre o entroncamento da MG-320 para Jaguaraçu até Ribeirão Prainha, percorrendo os municípios mineiros de Nova Era, Antônio Dias e Jaguaraçu.

Veja também

BR381 com lentidão no Trevo de Caeté