Covid-19: Itabira terá toque de recolher; veja o decreto

Anúncios

Com 100% dos leitos de UTI/Covid ocupados, o que é um indicio de que nos últimos dois meses, houve um aumento do nível de infecção populacional por coronavírus em Itabira. Somente entre os mês de janeiro e fevereiro, foram 3.307 itabiranos que contraíram a doença. 

O número de óbitos também aumentou: foram 12 mortes em janeiro; 21 mortes em fevereiro e quatro em março. Isto significa que, apenas nos primeiros três primeiros meses de 2021, Itabira já perdeu 37 vidas para a doença. O número de óbitos desde o começo da pandemia é de 81 pessoas.

Principais restrições da Onda Roxa:
– Funcionamento apenas do serviço essencial;
– Suspensão de cirurgias eletivas;
– Restrição de circulação de pessoas (só poderão sair de casa para atividades essenciais);
– Toque de recolher das 20h às 5h e aos finais de semana;
– Proibição de pessoas sem máscara em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado;
– Proibição de circulação de pessoas com sintomas de gripe, a menos que estejam indo para consulta médica;
– Proibição de eventos públicos ou privados;
– Proibição de reuniões presenciais, inclusive entre parentes que não morem na mesma casa;
– Implantação de barreiras sanitárias de vigilância; e
– Fechamento de bares e restaurantes (funcionamento apenas por delivery).

Serviços essenciais pela Onda Roxa:
– Alimentos, Agropecuária e Agroindústria (excluídos bares e restaurantes);
– Serviços de Saúde (atendimento, indústrias e veterinárias);
– Bancos e seguros;
– Transporte público;
– Energia, gás, petróleo, combustíveis e derivados;
– Manutenção de equipamentos e veículos;
– Construção civil;
– Indústrias (apenas da cadeia de Atividades Essenciais);
– Lavanderias;
– Imprensa;
– Serviços de TI, dados, imprensa e comunicação; e
– Serviços de interesse público (água, esgoto, funerário e correios).

Além de Itabira, também definiram pela adesão à Onda Roxa os seguintes municípios: Rio Piracicaba, Nova Era, Bom Jesus do Amparo, Bela Vista de Minas, Itambé do Mato Dentro, Barão de Cocais, Ferros, São Gonçalo do Rio Abaixo, Santa Maria de Itabira, Catas Altas, Santa Bárbara, Morro do Pilar, Passabém, Alvinópolis, São Domingos do Prata, Dom Silvério e Sem Peixe.

ATENÇÃO: 100% dos leitos de UTI do HNSD OCUPADOS