Três presos na Operação Viajantes que apura prejuízos de cerca de R$ 5 milhões

Anúncios

As equipes das Polícias Civis de Minas Gerais e Goiás, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cumpriram, nesta sexta-feira (30/4), mandados de prisão e de busca e apreensão contra suspeitos de integrarem uma organização criminosa, que atuava em roubo e desvio de cargas. Ao todo, três pessoas foram presas e uma arma de fogo foi apreendida. 

A operação denominada Viajantes é continuação de uma prisão realizada no início do mês de abril, no município de Buenópolis, região Central do estado. Equipes de policiais da Delegacia Especializada de Repressão ao Furto, Roubo e Desvio de Cargas, pertencente ao Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), apuraram que o motorista que transportava uma carga de cerveja, avaliada em R$ 162 mil, teria simulado o roubo.

As investigações apontam que os envolvidos eram considerados os coordenadores do grupo e seriam os responsáveis por diversas subtrações de cargas nos trechos que ligam os estados de Goiás e Minas Gerais, com prejuízos que ultrapassam R$ 5 milhões.

O nome da operação Viajantes é pelo fato dos membros da organização serem conhecidos pelas viagens realizadas pelo país, com o objetivo de cometerem crimes.

 

Civil prende suspeito de tentar matar enteada de 2 anos

Homem é preso acusado de atear fogo na casa após brigar com a esposa