Desapropriações e riscos a áreas verdes, como o Parque do Rola Moça, estão entre os pontos discutidos - Arquivo ALMG/Ricardo Barbosa

Impactos do Rodoanel Metropolitano pautam audiência

Anúncios

Impactos do Rodoanel Metropolitano pautam audiência. Projeto do governo terá desapropriações e intervenções em áreas verdes, questões que serão debatidas nesta terça (3).

Os impactos socioambientais decorrentes da construção do Rodoanel, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), serão debatidos em audiência da Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Minas (ALMG).

Requerida pela deputada Beatriz Cerqueira (PT), a reunião será nesta terça feira (4/5/21), às 14 horas, no Auditório José Alencar (andar Térreo da ALMG), com transmissão e participações on-line.

A deputada quer avaliar a forma como a obra impactará na vida das famílias que moram na RMBH, assim como verificar se o Executivo estadual tem planejamento para um programa social destinado aos atingidos, cerca de 200 famílias, principalmente em Betim e Contagem. A previsão é de que aproximadamente 3.500 imóveis precisem ser desapropriados.

A proposta do Rodoanel também tem sido questionada por ambientalistas, em razão do possível impacto do trajeto proposto pelo governo em áreas verdes – como alças passando no Parque do Rola Moça e na Serra da Calçada, por exemplo. A questão ambiental também preocupa a parlamentar.

O Rodoanel Metropolitano – Segundo o governo, a rodovia – cujo edital de concessão está previsto para o próximo mês de junho – teria o propósito de reduzir o fluxo de veículos pesados no Anel Rodoviário, retirando dali cerca de 5 mil caminhões por dia.

O custo previsto da obra é de R$ 4,5 bilhões, sendo que a maior parte dos investimentos (R$ 3,5 bilhões) virá do acordo entre o Governo estadual e a mineradora Vale, referente à reparação dos danos causados pelo rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (RMBH).

A previsão inicial do governo é de que a construção da via tenha início em março de 2023 e as principais alças sejam entregues em 2028. Entre 5 de fevereiro e 22 de março deste ano, houve uma consulta pública on-line sobre a proposta.

Convidados – Entre os convidados para a audiência, estão: a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Luisa Cardoso Barreto; o promotor de Justiça Carlos Eduardo Ferreira Pinto; os deputados federais Padre João e Rogério Correia (ambos do PT); a deputada federal Áurea Carolina (Psol); a vereadora de BH, Duda Salabert (PDT); e a vereadora de Contagem, Moara Correa Saboia (PT). Também foram convidados representantes de diversos movimentos sociais e ambientais.

Matérias relacionadas

Segunda audiência do Rodoanel Metropolitano será na quarta (3)

Primeira audiência pública do Rodoanel Metropolitano será no dia 26