Mulher diz que foi estuprada e chama a Polícia Militar

Anúncios

Ver mais +

Uma mulher de 21 anos disse que foi estuprada e acionou a Polícia Militar para o registro da ocorrência, no bairro Juca Rosa, na cidade de Itabira (MG).

A Policia Militar foi acionada para o registro da ocorrência onde uma mulher de 21 anos alegava que foi estuprada por um homem de 52 anos quando estava numa kitinet, na Rua Acácia, no bairro Juca Rosa. Temendo ser preso o suspeito fugiu, não sendo encontrado.

De acordo com as informações a Central de Operações da Policia Militar (COPOM) recebeu a solicitação para comparecer em uma kitnet, onde a vítima relatou que estava deitada com a porta entre aberta, que em determinado momento escutou um barulho da porta se abrindo e fechando. Em seguida, ao ir ver o que havia acontecido, deparou com um homem identificado dentro do local, que ela o mandou sair, mas o homem a agarrou pelos braços tapando sua boca para que não gritasse. Na sequência ele baixou sua calça, retirou o short que ela vestia e manteve relação sexual sem o seu consentimento.

Segundo informações o agressor a manteve segurando em sua boca para que ela não pedisse socorro para as pessoas que estavam do lado de fora do imóvel. Quando ele certificou-se que não havia mais ninguém ele facilitou e ela conseguiu se desvencilhar e desferir um chute contra o suspeito, que fugiu do local correndo.

Segundo informações a jovem contou aos Militares que após ato ela foi para as outras no kitnets onde comentou com as pessoas o ocorrido com ela, que só acionou a Policia Militar depois que o pai de seu filho chegou ao local, temendo que o agressor retornasse ao local.

A jovem contou ainda que o agressor mandou a ela mensagem via aplicativo pedindo desculpa, e que gostava muito dela.

Após apurar as características do autor, Militares realizaram diligências e rastreamento na tentativa de localizar o autor do crime. Outra viatura levou a vítima ao pronto socorro Municipal, onde recebeu atendimento médico, em seguida foi atendida por um médico legista que realizou exame pericial e coletou material para posterior análise.