Associação de Marujos será homenageada pela Câmara de Monlevade

Foto: Acom/CMJM

Associação Cultural de Marujos será homenageada pela Câmara de João Monlevade

Foto: Acom/CMJM

Os vereadores da Câmara Municipal de João Monlevade aprovaram na reunião ordinária desta quinta-feira, 23, o Projeto de Resolução 455/2023, que concede o diploma de Honra ao Mérito à Associação Cultural Marujos de João Monlevade. A matéria é de iniciativa do vereador Gustavo Prandini (PTB).

De acordo com o autor, a homenagem é “em reconhecimento do povo monlevadense pelo belíssimo trabalho realizado pela Associação com a comunidade, promovendo a oportunidade de interação social, religiosa e desenvolvimento de habilidades culturais ao longo de 70 anos de fundação”.

A Associação Cultural Marujos de João Monlevade, antes Guarda de Marujos de Nossa Senhora do Rosário, foi criada em 11 de outubro de 1951, com apenas 6 integrantes, sob a liderança do Senhor Benedito Sotero de Souza, contando, hoje, com aproximadamente 100 membros. O objetivo de sua criação foi comemorar a abolição da escravidão.

As atividades da Associação se constituíram em importante movimento cultural e religioso para a cidade. Em 2010, a Guarda de Marujos conquistou o título de bem cultural imaterial do município, diante do valor histórico que representa para a comunidade.

Mais aprovações

Ainda na reunião, os parlamentares aprovaram o projeto 1.325/2023, em segundo turno e redação final. De iniciativa do vereador Bruno Cabeção (Avante), a matéria institui no município o programa Clínica das ONGs e dá outras providências.

O objetivo, segundo o autor do projeto, é fomentar e capacitar as organizações para que elas consigam captar recursos junto à administração pública.

O projeto prevê que seja promovido e disponibilizado às ONG´s, capacitação, bem como orientação e auxílio quanto à regularização jurídica e fiscal, orientação na elaboração de projetos destinados à captação de recursos, além de fomentar e fortalecer a participação social, entre outros.

Já o vereador Doró da Saúde (PSD) pediu vistas ao projeto de lei nº 1.322/2022. A matéria dispõe sobre a reestruturação do Fundo Municipal de Turismo, Reestruturação do Conselho Municipal de Turismo de João Monlevade e dá outras providências. Doró justificou o pedido para que tenha mais tempo para avaliar a matéria. O vereador Revetrie Texeira (MDB), que havia solicitado vistas na última reunião, informou que não teve tempo hábil para buscar as informações necessárias, devido ao feriado. Por sua vez, o vereador Pastor Lieberth (União), sugeriu que a diretora da Casa de Cultura se reúna com os parlamentares para explicar a proposta.