MG é o segundo estado com maior sensação de segurança

IBGE/Divulgação

Pesquisa aponta Minas como segundo estado do país com maior sensação de segurança

Levantamento do IBGE é baseado na autodeclaração de moradores sobre medo do crime em sua região de residência ou casa

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (6/12), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que Minas Gerais é o segundo estado do país onde a população se sente mais segura.

O levantamento levou em conta a autodeclaração de moradores sobre a sensação de segurança ou insegurança no bairro onde moram e, também, dentro de suas residências.

De acordo com o estudo, 81,7% da população mineira com 15 anos ou mais se sente segura ou muito segura na sua região de moradia.

O percentual está abaixo apenas dos dados de Santa Catarina, que contabilizou 90,1% de sensação de segurança. Em terceiro lugar está o estado do Rio Grande do Sul, com 81,3%.

IBGE/Divulgação

O resultado é ainda 8,5 pontos percentuais acima da média nacional, na qual 73,2% da população declarou se sentir segura ou muito segura no bairro onde mora, como demonstrado no gráfico abaixo.

A pesquisa “Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2023” tem como base metodológica o ano de 2021.

“A gente recebe com muita alegria esse resultado, que é fruto do imenso trabalho integrado de prevenção e repressão à criminalidade que desenvolvemos em nosso estado”, destacou o secretário de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco.

“Há anos, Minas se destaca como um dos estados mais seguros do país, a partir da avaliação de índices objetivos, como a criminalidade violenta. Esse estudo nos coloca em destaque de novo, mas em outro patamar, muito importante, que é o da percepção que a população tem do nosso trabalho”, afirma o secretário.

Belo Horizonte também foi alvo do levantamento e ficou ranqueada como a segunda capital do país em sensação de segurança entre os moradores. Pela análise, 74,4% tem baixos índices de medo do crime no seu bairro de residência.

A capital ficou atrás apenas de Florianópolis, em Santa Catarina, com 89,7%. Cuiabá, no Mato Grosso, fica com o terceiro lugar com 73%. As capitais estão representadas pelos pontos laranjas no gráfico abaixo.

Análise dentro de casa

Quando o recorte do estudo é feito analisando a variável sensação de segurança ou insegurança dentro de casa, Minas Gerais segue em destaque e fica com a terceira posição nacional.

Pela autodeclaração, 91,2% dos mineiros se sentiam seguros ou muito seguros em suas residências. O primeiro lugar nacional é de Santa Catarina (94,8%) e o segundo, Rio Grande do Sul (92,9%).

Cidades sem crimes violentos

Recentemente, o Observatório de Segurança Pública da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) também divulgou um levantamento que mostrava que 98 municípios, espalhados por todo o estado, não registraram nenhum roubo, homicídio, estupro ou qualquer outro tipo de crime violento de janeiro a outubro de 2023.

Quando o recorte era feito desde 2022, 27 cidades permaneciam na lista, com destaque para Serranos, no Sul do estado. Para saber mais sobre esse estudo e conferir a lista de cidades, clique aqui.