Defesa Civil leva ajuda humanitária a famílias atingidas pelas chuvas em Açucena

Foto: Cedec/Divulgação

Defesa Civil leva ajuda humanitária a famílias atingidas pelas chuvas em Açucena, no Vale do Aço

Ações iniciadas após temporais seguem com disponibilização de cestas básicas e kits higiene, entre outros itens, também para moradores dos Vales do Rio Doce e do Mucuri.

O Governo de Minas, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), segue prestando assistência aos municípios do Vale do Aço, Vale do Rio Doce e Vale do Mucuri, atingidos por intensa chuva nos últimos dias. Até o momento, a Defesa Civil Estadual enviou mais de 500 itens para ajuda às famílias afetadas pelo temporal.

Uma das equipes da Defesa Civil se deslocou para a cidade de Açucena, no Vale do Aço, com o objetivo de auxiliar na coordenação dos trabalhos de reparação e retorno à normalidade.

Foto: Cedec/Divulgação

Além disso, foram enviados cem colchões, cem kits dormitório, cem kits limpeza, cem kits higiene, 60 cestas básicas, 50 sacos de roupas e duas lonas para serem distribuídas para os moradores.

O tenente Rogério Silva de Paula, da Diretoria de Resposta a Desastre, explica que desde sexta-feira (26/1) as equipes se encontram em campo no Vale do Rio Doce, prestando apoio imediato do Estado aos municípios afetados pelas chuvas.

“A equipe esteve em Governador Valadares, Conselheiro Pena, Galiléia e, pro último, em Açucena, local em que um gabinete de crise foi instalado e realizada a entrega de ajuda humanitária. Vamos percorrer todo o estado, se necessário for. Nossa missão é mitigar o sofrimento das pessoas e auxiliar os municípios com as providências após as chuvas”, frisou o tenente Rogério Silva de Paula.

No Vale do Mucuri, a missão da Defesa Civil Estadual teve início em Teófilo Otoni, e depois passou por Jampruca, Carlos Chagas, Pavão, Campanário, Itambacuri e Santo Antônio do Jacinto.

Em Santo Antônio do Jacinto, a equipe permaneceu por dois dias, auxiliando moradores atingidos na tomada de providências como retirada de documentos necessários e outras providências.

“Estamos deixando Santo Antônio do Jacinto e indo para Umburatiba, onde vamos auxiliar o município e levar alento aos afetados pelas fortes chuvas,” declarou o capitão Ueber Charles da Silva, chefe do Núcleo de Apoio Regional da Defesa Civil do Estado.

Balanço

Em Santo Antônio do Jacinto a Defesa Civil registrou, até o momento, 24 desalojados, e em Umburatiba, 30.

Ainda segundo o orgão, chuvas intensas provocaram inundações na cidade de Açucena e deixaram, até o momento, cerca de 62 pessoas desalojadas e uma desabrigada.

A energia elétrica e o abastecimento de água foram atingidos, porém a Cemig e Copasa, respectivamente, já estão no local para restabelecer o serviço.

Houve obstrução de vias e inundações diversas, que causaram danos materiais diversos.

A equipe permanece em campo e atualiza informações nos boletins diários acessíveis no site da Defesa Civil.