Anteprojeto de Lei propõe Incentivo Financeiro aos Profissionais do Centro de Especialidades Odontológicas

Foto: Acom/CMJM (Arquivo)

Anteprojeto de Lei propõe Incentivo Financeiro aos Profissionais do Centro de Especialidades Odontológicas

A Câmara Municipal de João Monlevade aprovou durante a reunião realizada nesta quarta-feira, 6, o Anteprojeto de Lei Nº 02/2024 de iniciativa do vereador Revetrie Teixeira (MDB).

A matéria é uma sugestão ao Executivo para que ele avalie a proposta e confeccione um projeto de Lei sobre o assunto, que é enviado para a Câmara para ser analisado e votado pelos vereadores.

Foto: Acom/CMJM (Arquivo)

O anteprojeto sugere a utilização dos excedentes dos repasses do Ministério da Saúde, especificamente destinados ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), para o pagamento de incentivo financeiro a todos os profissionais que prestam serviços diretamente ao CEO no município.

De acordo com a proposta, todos os profissionais dedicados exclusivamente ao CEO serão beneficiados com o rateio dos excedentes dos recursos destinados pelo Ministério da Saúde para uso nos Centros de Especialidades Odontológicas. O incentivo financeiro será concedido de forma igualitária, sem distinção entre servidores efetivos, estáveis ou contratados, com base na efetiva prestação de serviços ao CEO.

Além disso, a proposta prevê que os cirurgiões dentistas que realizam serviços de Prótese Dentária receberão uma parte dos excedentes de recursos destinados especificamente para próteses, respeitando a preferência dos profissionais que já realizavam este serviço.

Para ser elegível ao incentivo financeiro, o servidor deve ter pelo menos 12 meses seguidos de trabalho no CEO, cumprir o horário estipulado de seus serviços laborais e não ter mais de dois atestados médicos ou declarações de comparecimento no mês.

Segundo Revetrie, o objetivo é garantir o pagamento de gratificação àqueles que trabalham no CEO, assim como ocorre com os funcionários do SESAMO, sem onerar os cofres públicos, uma vez que o pagamento será feito com o saldo excedente destinado pelo Ministério da Saúde especificamente para o CEO. Ele pediu atenção do Executivo para avaliar a proposta e retornar à Casa em forma de Projeto de Lei.

Requerimentos

Na reunião foram aprovados cinco requerimentos:

– nº 7, do vereador Tonhão, requerendo informações sobre os serviços prestados pela Empresa Marcelo Fernando Silva ME, a respeito da construção da praça pública denominada “Dona Lélis”, na rua Ipoema, esquina com a rua Rio Casca, bairro Belmonte, que necessitam de reparos pelos vícios apresentados no piso do referido local;

– nº 8, do vereador Tonhão, requerendo informações acerca de eventual notificação da empresa responsável pela ligação da rede adutora para um loteamento nas proximidades da avenida Amazonas, bairro Satélite, a fim da mesma refazer o passeio ao longo da avenida, bem como, restaurar a praça existente no local;

– nº 9, do vereador Gustavo Prandini e outros, requerendo Audiência Pública em data a ser agendada posteriormente, para debater sobre o Projeto de Lei nº 1.425/2023, de sua autoria, que Institui a Política Municipal para a População em Situação de Rua do município de João Monlevade;

– nº 10, do vereador Tonhão, requerendo informações sobre as notificações expedidas, nos últimos 04 (quatro) meses, para os proprietários de lotes vagos e casas abandonadas providenciarem a limpeza e conservação e;

-nº 11, do vereador Leles Pontes, requerendo audiência pública para tratar da instalação e funcionamento do corpo de bombeiros civil, haja vista que a previsão de entrega do caminhão de bombeiros está prevista para ocorrer ainda neste mês.

Veja também

Monlevade homenageia mulheres com Diploma “Mulher Construtora da Democracia”

Veja também

Estado já concluiu 60% da pavimentação de rodovia entre Barão e Caeté

MP denuncia homem que atropelou e matou no carnaval de São Gonçalo

Catas Altas presta contas do 3º quadrimestre de 2023