Acom/PMI

59 a 57: Vacinação de pessoas sem comorbidades começa quinta

Anúncios

Vacinação de pessoas sem comorbidades, com idade de 59 a 57 anos, começa nesta quinta em Itabira. Essa etapa da vacinação acontece nos drive-thrus da Prefeitura e da Funcesi, das 9h às 16h.

Acom/PMI

A vacinação de pessoas sem comorbidades, com idade de 59 a 57 anos, começa nesta quinta-feira (17) em Itabira. Serão aplicadas a primeira dose dos imunizantes da AstraZeneca. Essa etapa da vacinação acontece nos drive-thrus da Prefeitura e da Funcesi, das 9h às 16h.

Para se vacinar é necessário apresentar a carteira de identidade ou documento com foto, além da carteira do SUS.  Assim, o planejamento semanal de vacinação acontecerá da seguinte forma:

– Quinta-feira (17/06): no período da manhã serão vacinados os homens com 59 anos. À tarde, as mulheres com a mesma idade receberam o imunizante.

– Sexta-feira (18/06): homens com 58 anos serão vacinados pela manhã. As mulheres  também com 58 anos receberam a vacina no período da tarde

Tanto na quinta-feira quanto na sexta-feira, continua a vacinação dos profissionais da educação do Ensino Fundamental I e II também nos drive-thrus da Prefeitura e da Funcesi.

Dia D 

No sábado (19),  as pessoas com 57 anos ou mais poderão participar do “Dia D”,  período em que os postos de saúde permanecem abertos para a aplicação de vacinas.  Essa faixa etária, além de se vacinar nos drive-thrus da Prefeitura e da Funcesi, também poderão receber o imunizante nas unidades do Programa Saúde da Família (PSF’s). Nos PSF’s não haverá a necessidade de agendamento para receber a vacina.

Segunda dose 

No dia 21 de junho, na próxima segunda-feira, será a vez de aplicar a segunda dose da vacina AstraZeneca naqueles que ainda não receberam e  já estão dentro do prazo exigido para o reforço. A vacinação acontecerá no drive-thru na Prefeitura e Funcesi.

Solidariedade

A campanha “Vacinação Solidária” continua nos drive-thrus: serão arrecadados alimentos não perecíveis para encaminhamento às famílias em situação de vulnerabilidade social. Ressalta-se que as doações não são pré-requisito para a vacinação, e sim uma contribuição espontânea.A iniciativa é uma parceria entre Prefeitura, Funcesi e Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor (Combem). Os materiais arrecadados serão direcionados à Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) para repasse às famílias cadastradas.

Veja também

Prefeito visita Funcesi e estreita relações para futuras parcerias

Governo e sindicato discutem plano de saúde dos servidores